Pulmão de um fumante


Como fica o pulmão de quem fuma

Entre todos os órgãos prejudicados pelo consumo do cigarro, os pulmões são os mais afetados funcionalmente. Compare o pulmão de quem fuma regularmente com um pulmão de quem não fuma. Note que as manchas no pulmão de quem não fuma, são causados pela poluição da cidade em que ele viveu (neste caso São Paulo),  enquanto o pulmão de quem fuma fica completamente escurecido. Se você quer parar de fumar nós podemos te ajudar. Tratamos fumantes há 38 anos com uma técnica auricular indolor e de única aplicação.

Pulmão saudável - não fumante

Aspecto de uma parte de pulmão pertencente a um adulto não fumante. As pequenas manchas escuras foram causadas pela poluição de São Paulo.

Pulmão de quem fuma

Aspecto de uma parte de pulmão de quem fuma

Enfisema pulmonar – Sintomas

O pulmão de quem fuma está sujeito a diversas doenças, dentre elas, o enfisema pulmonar. As principais características são: respiração ofegante com chiado, tosse, sensação de sufoco são sintomas do enfisema, mas o pior deles é a falta de ar que se agrava à medida que a doença se agrava. Os pulmões se tornam menos eficientes e o peito adquire uma forma cilíndrica característica da doença. No enfisema, os alvéolos ficam comprometidos e perdem a capacidade de fornecer oxigênio ao sangue e dele retirar o dióxido de carbono. Alvéolos saudáveis são minúsculos, numerosos, esponjosos e elásticos. No enfisema, são maiores, menos numerosos e comparativamente mais rígidos. Nos estágios avançados da doença, a pessoa fica impossibilitada de executar até mesmo atividades físicas insignificantes e pode necessitar de oxigênio suplementar. Nesses casos, o enfisema pode ser fatal. O abandono o cigarro, a suspensão do fumo impede a progressão da doença, porém não reverte o processo.

Autor: Prof. Dr. Drauzio Varella

 


voltar_para_pagina_anterior Voltar para página anterior